fbpx
Animais de estimação fazem companhia
Quero ter um animal de estimação. E agora?

A chegada de um animal de estimação à família pode ser uma montanha russa de emoções.

Se por um lado não há nada mais fofo do que bebés, gatinhos e cãezinhos, por outro lado, temos de aceitar as alterações que vão advir de termos um animal de estimação (pelo menos numa fase inicial, em que há necessidade de alterar rotinas, ter atenção redobrada e tomar muitas, mas muitas decisões).

A primeira situação a avaliar, quando ponderamos em ter um animal de estimação, são os prós e contras da chegada do novo elemento:

Do lado dos prós temos o facto de fazer companhia (essencialmente em teletrabalho), ajudar com os níveis de ansiedade, promover a saúde cardiovascular e ajudar no combate à depressão. No contacto com crianças, podem não só ajudar no desenvolvimento infantil, como inclusive prevenir o aparecimento de doenças crónicas, como a asma.

Do lado dos contras temos, como principais ponto, o acréscimo no orçamento familiar e nas responsabilidades…

E é aí que nós entramos… 

Queremos descomplicar a tua decisão e que faças o melhor, para ti e para o animal!

Deixamos-te algumas sugestões, dicas e truques de caminhos a seguir, coisas a comprar e situações que ainda nem pensaste que possam acontecer.
Assim, podes saber se estás preparado para embarcar nesta aventura de ter um cão ou um gato.

Comprar ou adotar

A adoção ganha largamente esta disputa.

Para além da ação solidária, não estás a contribuir para o aumento da indústria de produção de animais de raça pura.

Uma das vantagens, é o facto de poderes optar por um animal de idade mais avançada. Consequentemente, esse animal pode já estar treinado e, certamente, que te ficará eternamente agradecido por o acolheres.

A nível financeiro, também só traz vantagens, sendo que muitas associações onde estes animais se encontram oferecem serviços médicos, desparasitações e esterilizações a animais resgatados.
Para além disso, encontrarás profissionais que te podem acompanhar em todo o processo de adoção do teu novo animal de estimação, assim como todos os passos a seguir, garantindo que nunca ficas com dúvidas!

Resgatar um cão ou gato da rua

Muitos de nós já estivemos na situação de ouvir um gatinho a miar ou um cãozinho a latir, na rua.
Imediatamente pensamos que está abandonado e temos que decidir rapidamente os nossos próximos passos, no entanto, o mais importante será ter a certeza de que o animal está mesmo sozinho e não a aguardar pelo dono ou possível progenitora que se tenha ausentado em busca de alimento.

No caso de só querermos ajudar e não termos possibilidade de ficar com o patudo (se estiver realmente abandonado) o mais indicado será contactar a polícia local ou o canil, de forma a recolher as melhores diretrizes para a situação. Estas entidades conseguirão averiguar se o animal tem registo no SIAC – Sistema de Informação de Animais de Companhia – através do microchip identificativo, e de obrigatoriedade legal, que o animal deverá ter.
Através desta identificação, os responsáveis pelo animal serão contactados e o respetivo entregue à família (no caso de estar perdido). 

No caso de situações de abandono, maus-tratos ou conduta inapropriada por parte do responsável do animal, relembramos que estas situações também já estão contempladas na lei portuguesa, seguindo os trâmites legais.

E se o animal não tiver microchip identificativo e não existir nenhum registo do seu desaparecimento? 

Existe uma excelente oportunidade de o resgatares!

Aconselhamos-te a dirigires-te a um veterinário, assim que possível, de forma a que possa ser feita uma avaliação ao patudo, assim como iniciar o processo de desparasitação interna e externa, vacinação, registo no SIAC e eventual esterilização.
Enquanto não te diriges ao veterinário, minimiza o risco de infestação de pulgas e outros parasitas, confinando o animal a uma pequena zona da tua casa. Se não tiveres possibilidade de lhe comprar comida adequada, prepara-lhe arroz com frango, sem temperos, e evita dar-lhe leite de vaca e seus derivados.
Podes sempre tentar contactar clínicas veterinárias, abertas 24h, para te ajudarem nesta primeiras horas.

Preparar a chegada do cão ou gato

A sua chegada irá trazer muitas alterações e adaptações, para ambas as partes!
Precisarás de tempo de adaptação, tal como o animal, e nada melhor do que ires preparando essa chegada.

Novos horários e responsabilidades

Seja o novo animal um cão ou um gato, os passeios, brincadeiras e alimentação, requererão tempo da tua parte. 

Antes da sua chegada, cria novos hábitos e rotinas, reservando previamente esse tempo que vais passar a dispensar e, assim, a sua chegada não irá impactar tanto o teu dia a dia.

Manter um ambiente calmo, sem grandes agitações ou barulhos também ajudará na adaptação do animal, proporcionando-lhe um espaço seguro.

Existem algumas opções de seguro animal no mercado que também te podem ajudar com algumas responsabilidades associadas.

Alimentação

A alimentação do animal deve ser adaptada, daí a necessidade de te aconselhares com um profissional, garantindo que a ração escolhida lhe proporciona todos os componentes e nutrientes necessários para um crescimento saudável.

O animal deve ter sempre à sua disposição água limpa e fresca, assim como a dose diária de comida, num sítio específico e só para o efeito.
Colocar a comida na sua taça logo de manhã, criará um hábito saudável no animal, de forma a que se torne mais independente e também consiga gerir a sua alimentação ao longo do dia. Para evitar desperdícios e maus cheiros, existem no mercado dispensadores e comedouros automáticos, de água e ração, que consoante o tamanho podem facilitar a tua vida.

Passeios e caixas de areia

Criar uma rotina de passeios é muito importante para o cãozinho da família.
Para além de gastar a energia que o fará ficar mais calmo, evita os presentes indesejados em casa e beneficia o ajuste dos níveis de ansiedade do animal.


Da mesma forma, para os gatos, a caixa de areia é essencial.
Tapada para evitar cheiros, e com entrada lateral ou pelo topo, existem opções para vários preços. Optar por uma areia aglomerante e sem cheiros, facilitará a limpeza e a saúde do felino.

Acessórios e brinquedos

O animal terá de se entreter durante o tempo que passa sozinho, por isso, é essencial que tenha brinquedos adequados às suas necessidades.

No caso dos cães, os kongs serão os teus melhores amigos.
De vários tamanhos, possibilitam que deixes guloseimas no seu interior, quase inacessível, que fará o teu amigo de 4 patas ficar entretido durante horas.

Já para gatos, arranhadores, brinquedos com guizos e elevações, no intervalo das suas grandes sestas, assegurarão a diversão necessária.

Bebés e crianças 

Com crianças em casa, é necessária a estipulação de limites, mais uma vez, de parte a parte.

No que toca às crianças, têm de compreender que o animal não se trata de um brinquedo e têm de ter momentos, assim como cuidado, para interagirem com ele.

Já o animal, terá de aprender os limites da utilização de força.
É imperativo educá-lo, de forma próxima, a lidar com as crianças e obedecendo ao comando da palavra “não”, que deve ser dita de forma assertiva.

Para além disso, no caso de se tratar de um bebé, é necessário que esse contacto seja feito de forma cuidada e progressiva!
Tal pode ser feito habituando o animal ao cheiro do bebé e aos seus equipamentos.

Recompensar o animal pelos esforços positivos irá estimular esse tipo de comportamentos, assim como, mais uma vez, ajudar a neutralizar a sua energia. Ademais, o bebé nunca deve ser deixado com o cão ou gato, sem supervisão.

Amigos inseparáveis

Agora, a decisão final é contigo!
Podemos apenas garantir uma coisa: se decidires ter um animal de estimação, a tua vida vai ser muito mais alegre e cheia de amor!

Voucher Bepanthene
Voucher Bepanthene

Aproveita ao máximo

todos os momentos

Faz o download destes vouchers e obtém descontos em produtos Bepanthene selecionados!

© bepanthene 2020. Todos os direitos reservados.

Bepanthene Eczema e Bepanthene Gotas Oftálmicas são dispositivos médicos. Para mais informações consulte as instruções de utilização. Bepanthen Baby é um dermocosmético. Consulte a informação sobre o produto. L.PT.MKT. 06.2020.3007